cada um dá o que tem!!
cada um dá o que tem!!

cada um dá o que tem, cada um come o que gosta...



Comments: Quarta-feira, Agosto 13, 2008



Então é isso. O casamento matou o conto de fadas
Calma! Ele morreu dormindo...

postado por: GABIS GABIS 6:34 PM

|



Comments: Quinta-feira, Fevereiro 21, 2008

Ela é em mim o que eu não digo, as palavras que não ouso.Espada de Samurai, brutalidade doce, dedos que deslizam entre meus cabelos, escrevendo poesias.Olhos que questionam e que gostam quando questionados. Ela é o azul em mim. E o amarelo. E sua voz é dessas para se ouvir de olhos fechados. Mulher de reticências, nunca um ponto. Ela continua sempre.E continua em mim, mesmo quando distante. E se me calo, perto dela, é porque ela é o que há de grande em mim, o que não se explica , o que basta por apenas ser.

postado por: GABIS GABIS 10:43 PM

|



Comments: Quinta-feira, Agosto 30, 2007



Il y a toujours quelque chose d’absent qui me
tourmente.



(Camilie Claudel, carta a Rodin, 1886)

postado por: GABIS GABIS 10:47 AM

|



Comments: Terça-feira, Agosto 28, 2007




Talvez eu seja mesmo essa pessoa dentro de uma concha, talvez você tenha razão, não, não é talvez. Você tem razão, eu não me abro, não da forma como você espera, não escancaradamente, explicitamente, indiscriminadamente....eu me abro sutilmente e as vezes você não percebe. Não percebe porque fica esperando que eu use todas as palavras, que eu “grite” sem gritar, porque você não gosta de gritos, mas que eu me mostre carne e sangue e eu não posso. Eu não sei mostrar. Não que eu esconda, não é isso, é só que me é difícil admitir todo o feio e frágil e tolo que tenho em mim. é preciso paciência e um olhar calmo e as vezes umas doses. E isso te irrita, isso de beber . Porque se eu bebo eu me mostro um pouco mais, mas você não aceita.O álcool não me muda, isso você não entende. O álcool é apenas, como dizer, apenas um tradutor de coisas difíceis de serem ditas.Eu só quero que você tenha paciência e um olhar atento ao que te mostro sem de fato te mostrar. Eu amo você e se fosse possível, deixaria que entrasse por entre meus músculos e veias e todo esse sangue que viaja pelo meu corpo pra descobrir em mim as coisas que não digo e as coisas que nem eu mesma sei.

postado por: GABIS GABIS 9:52 AM

|



Comments: Sexta-feira, Março 30, 2007



Eu sei que atrás deste universo de aparências,
das diferenças todas,
a esperança é preservada.

Nas xícaras sujas de ontem
o café de cada manhã é servido.
Mas existe uma palavra que não suporto ouvir,
e dela não me conformo.

Eu acredito em tudo,
mas eu quero você agora.

Eu te amo pelas tuas faltas,
pelo teu corpo marcado,
pelas tuas cicatrizes,
pelas tuas loucuras todas, minha vida.

Eu amo as tuas mãos,
mesmo que por causa delas
eu não saiba o que fazer das minhas.

Amo teu jogo triste.

As tuas roupas sujas
é aqui em casa que eu lavo.

Eu amo a tua alegria.

Mesmo fora de si,
eu te amo pela tua essência.
Até pelo que você poderia ter sido,
se a maré das circunstâncias
não tivesse te banhado
nas águas do equívoco.

Eu te amo nas horas infernais
e na vida sem tempo, quando,
sozinha, bordo mais uma toalha
de fim de semana.

Eu te amo pelas crianças e futuras rugas.

Eu te amo pelas tuas ilusões perdidas
e pelos teus sonhos inúteis.

Amo teu sistema de vida e morte.

Eu te amo pelo que se repete
e que nunca é igual.

Eu te amo pelas tuas entradas,
saídas e bandeiras.

Eu te amo desde os teus pés
até o que te escapa.

Eu te amo de alma para alma.
E mais que as palavras,
ainda que seja através delas
que eu me defenda,
quando digo que te amo
mais que o silêncio dos momentos difíceis,
quando o próprio amor
vacila.


postado por: GABIS GABIS 10:12 AM

|



Comments: Sexta-feira, Março 02, 2007



Those Little Things
Carla Bruni
Composição: Boris Bergman / Paul Ives

No, nothing but my best, not good enough for you
'Cause nothing much is still too much to feel
Remember to forget, pretend you never knew
To beat the best and you don't leave a clue

No, nothing but the best was not enought for you
You wouldn't buy my pretty lie was true
But actting at the curtain fool is nothing new
Those little things that never leave a clue

If nothing but the best means nothing much to you
Don't count on me, just count me out, please, do
I'll never be your second best as others number two
One litlle thing that just won't let you choose

No, nothing but the best anda nothing less will do
It's more or less that loneliness I knew
But you, you had me market initials black and blue
Those little things that never laid a clue

If nothing but the best means nothing much
Don't count on me, just count me out, please, do
I'll never be your second best as others number two
One litlle thing that just won't let you choose
One litlle thing that just won't let you choose
One litlle thing that just won't let you choose


postado por: GABIS GABIS 11:11 AM

|



Comments: Segunda-feira, Janeiro 29, 2007






"Mas um pouco antes, sem saber por quê, começou a chorar sentindo-se só e pobre e feio e infeliz e confuso e abandonado e bêbado e triste, triste, triste."

postado por: GABIS GABIS 4:50 PM

|



Comments: Segunda-feira, Janeiro 22, 2007

postado por: GABIS GABIS 12:05 PM

|



Comments: Quarta-feira, Janeiro 17, 2007

postado por: GABIS GABIS 6:11 PM

|



Comments: Terça-feira, Janeiro 16, 2007

,


e eu não consegui apagar...ainda!

postado por: GABIS GABIS 11:57 PM

|



Comments: Domingo, Dezembro 31, 2006

AVISO!!!!
ANO QUE VEM SERÃO APAGADOS TODOS OS POSTS DESSE BLOG!!!!
E TENHO DITO!!!

postado por: GABIS GABIS 12:40 PM

|



Comments: Sábado, Dezembro 16, 2006

O Rio...

Que seria assim leve e azul eu sabia, mas que teriam também os cinzas isso eu não sabia. Dias quentes e úmidos, o azul do céu por entre as nuvens, confuso o Sol se retira em breves momentos e reaparece timidamente lançanado raios sobre as cabeças que passam pela praia. Sou eu nesse esses dias, me visto de azul e cinza. sou úmida e quente e azul e cinza. E sou com você todos esses dias, inteiramente, mesmo que as vezes meus pensamentos vagueiem por entre ondas, janelas, paredes, mesmo que dispersa estou contigo. E é bom, porque te gosto tanto assim.

postado por: GABIS GABIS 1:38 PM

|



Comments: Sexta-feira, Novembro 24, 2006





preciso dizer mais alguma coisa?

postado por: GABIS GABIS 10:08 AM

|



Comments: Segunda-feira, Novembro 06, 2006

"Toco a sua boca, com um dedo toco o contorno da sua boca, vou desenhando essa boca como se estivesse saindo da minha mão, como se pela primeira vez a sua boca se entreabrisse, e basta-me fechar os olhos para desfazer tudo e recomeçar. Faço nascer, de cada vez, a boca que desejo, a boca que a minha mão escolheu e desenha no seu rosto, e que por um acaso que não procuro compreender coincide exatamente com a sua boca, que sorri debaixo daquela que a minha mão desenha em você.
Você me olha, de perto me olha, cada vez mais de perto, e então brincamos de cíclope, olhamo-nos cada vez mais de perto e nossos olhos se tornam maiores, se aproximam uns dos outros, sobrepõem-se, e os cíclopes se olham, respirando confundidos, as bocas encontram-se e lutam debilmente, mordendo-se com os lábios, apoiando ligeiramente a língua nos dentes, brincando nas suas cavernas, onde um ar pesado vai e vem com um perfume antigo e um grande silêncio. Então, as minhas mãos procuram afogar-se no seu cabelo, acariciar lentamente a profundidade do seu cabelo, enquanto nos beijamos como se tivéssemos a boca cheia de flores ou de peixes, de movimentos vivos, de fragância obscura. E se nos mordemos, a dor é doce; e se nos afogamos num breve e terrível absorver simultâneo de fôlego, essa instantânea morte é bela. E já existe uma só saliva e um só sabor de fruta madura, e eu sinto você tremular contra mim, como uma lua na água." ( Júlio Cortázar)

postado por: GABIS GABIS 6:54 PM

|



Comments: Domingo, Outubro 29, 2006

E tenho pensado em coisas que normalmente me dariam medo: jardins,casa,varanda ,redes, jaboticabeiras...e tem me feito bem pensar nessas coisas antes tão assustadoras. e tem me feito bem você. e sou melhor hoje, contigo. sou mais frutífera, mais doce, mais eu. porque a gente só é a gente quando encontra alguém que nos ajuda a ser.entende? eu sei que entende, e é disso que eu falo. dos saberes e entenderes. e espero, parte minha.

postado por: GABIS GABIS 5:27 PM

|




arquivo